Cataguases-MG: Secretaria Municipal de Saúde inicia vacinação contra Covid-19 em idosos
15/02/2021 10:58 em Cataguases-MG e Região

Em 14 de fevereiro de 2021  Bernardo Chaia Coelho - Matéria retirada do Portal da Prefeitura Municipal de Cataguases-MG

A imagem da capa do site Multisom é meramente ilustrativa e foi retirada de arquivos da internet/Google

 

Imunização começa nesta segunda-feira, dia 15, nos postos de saúde dos bairros Granjaria, Leonardo, Paraíso e Bandeirantes, e nos distritos de Vista Alegre e de Sereno, para idosos acima de 90 anos, conforme determina o Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde

 

Em transmissão ao vivo pela internet, na tarde da última quinta-feira, dia 11, na sede da Secretaria Municipal de Saúde (live TV Saúde), o secretário Ricardo Mattos confirmou o início oficial da vacinação da população em geral de Cataguases contra a Covid-19, nesta segunda-feira, dia 15. Ele esclareceu, contudo, que o cronograma segue acompanhando, rigorosamente, o que determina o Plano Nacional de Imunização preconizado pelo Ministério da Saúde, que prioriza os grupos etários de maior risco. Portanto, a vacinação começa pelos idosos acima de 90 anos.

O secretário também informou que 630 doses novas chegaram a Cataguases naquela quinta-feira, porém, seguindo determinação da nova Nota Técnica da Secretaria de Estado da Saúde, 80% dessas doses deverão ser aplicadas aos idosos acima de 90 anos e os outros 20% serão ainda destinados aos profissionais de saúde, conforme também o critério de idade
e desde que estejam em atividade.

A vacinação começa na segunda-feira, a partir das 9 horas, nos postos de saúde dos seguintes bairros para atendimento às respectivas populações: Bandeirantes (Bandeirantes, Thomé, Haidée, Sol Nascente e Pampulha); Paraíso (Paraíso, Taquara Preta, Beira Rio, Primavera, Santa Clara); Granjaria (Granjaria, Centro, Vila Reis e Justino); e Leonardo (Leonardo e Ana Carrara); Distrito de Sereno (Sereno e Glória); Distrito de Vista Alegre (Vista Alegre, Aracati e Cataguarino).

Já a vacinação dos profissionais de saúde acontece a partir de terça-feira, 16, a partir das 8 horas, em uma unidade volante instalada na Escola Municipal Flávia Dutra, na Vila Teresa. Ricardo Mattos disse ainda que, até quinta-feira, 1022 doses já haviam sido aplicadas. “Vale ressatar que essa não é uma campanha de vacinação como qualquer outra. Há todo um trabalho criterioso no preenchimento de informações. Mas a tendência é de que daqui para frente esse processo ganhe celeridade”, prevê o secretário.

Prefeitura orienta para cadastramento de idosos e profissionais da saúde

Na última semana, a prefeitura de Cataguases disponibilizou um endereço em sua página oficial do Facebook para o cadastramento de idosos acima de 60 anos e dos profissionais de saúde que ainda devem se vacinar contra a Covid-19. O preenchimento é simples. Os idosos ou seus familiares devem inserir dados como nome, CPF, data de nascimento, sexo, telefone, idade, e informar se o idoso está acamado ou se tem alguma comorbidade. O questionário não funciona como um sistema de agendamento, mas tem o objetivo de agilizar o atendimento nos locais de vacinação e evitar aglomerações na aplicação das vacinas. “Como as doses chegam até nós pouco a pouco, esse cadastramento será importantíssimo para que tenhamos melhor controle e previsibilidade da ordem de demanda por vacinação de acordo com as faixas etárias. Isso vai balizar a nossa campanha daqui para frente”, detalhou o secretário Ricardo Mattos, lembrando ainda que o formulário é fácil, rápido, interativo e autoexplicativo.

A live da última quinta-feira contou ainda com a participação do médico Joseph Freire, que é presidente do Conselho Municipal de Saúde e, desde março do ano passado, vem atuando na linha de frente da pandemia, seja na orientação, na prevenção e no tratamento contra o novo coronavirius em Cataguases. Mais otimista, doutor Joseph afirmou que o quadro epidemiológico vem melhorando a cada dia. “Finalmente, nos parece que a população de Cataguases entendeu a importância dos cuidados básicos como o uso de máscaras e o distanciamento social”, disse. Ele afirmou, contudo, que a taxa e letalidade por Covid no município poderia ser mais baixa, já que está em 3.11, acima da média estadual que é de 2.93.

Outra observação trazida pelo médico foi quanto à necessidade de seguir rastreando o vírus para isolá-lo e continuar realizando testagens. “Também convém advertir à população que ainda estamos longe da chamada imunidade de rebanho. Para isso, será necessário que mais de 50 mil pessoas já tenham sido vacinadas no município. Por isso, mesmo com a vacinação, as pessoas devem continuar mantendo suas precauções. Esse ano não será difícil como o ano passado, mas também não será ainda normal como 2019”, prevê.

Na mesma linha de abordagem, o diretor administrativo da Secretaria de Saúde, Vinicius Franzoni, analisou os dados atualizados da Covid-19 no município. “Os números de novos casos parecem caminhar para uma estabilização, mas só estaremos certos disso num período de 14 a 21 dias”, explicou. Na oportunidade, Vinícius fez apelo aos cataguasenses para que
fiquem em casa, convivendo apenas com o próprio núcleo familiar nestes dias de Carnaval, evitando novas aglomerações. “Enquanto a vacina não chega para todos, vamos seguir usando máscara, higienizando as mãos e mantendo distanciamento
social”, aconselhou.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!