Cataguases-MG: Números demonstram avanço do COVID-19 no município
30/03/2021 08:41 em Cataguases-MG e Região

 

Em  28 de março de 2021  Bernardo Chaia Coelho - Matéria retirada do portal da Prefeitura Municipal de Cataguases-MG

A imagem da capa do site Multisom é meramente ilustrativa e foi retirada de arquivos da internet/Google

 

Na última quinta-feira, dia 25 de março, aconteceu a 12ª live da TV Saúde – transmissão pelo Facebook da Prefeitura com a participação de dirigentes da secretaria de Saúde, para informar sobre a situação da pandemia do Novo Coronavírus e outras questões do setor no município. Participaram do programa o secretário de Saúde, Ricardo Mattos, o diretor administrativo, Vinícius Franzoni e o educador em saúde, Élcio Amaral.

Vinícius Franzoni demonstrou através de gráficos um aumento no número de casos de COVID-19 na cidade entre os dias 7 e 16 de março. “Isto indica níveis preocupantes com a situação da pandemia em Cataguases. Levando-se em consideração a análise da semana epidemiológica entre os dias 18 e 24 deste mês, a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria do Hospital Cataguases também preocupa, pois os números mostraram um crescimento da demanda de pacientes, chegando inclusive a superar a capacidade de 20 vagas disponíveis no hospital durante o período”, afirmou.

Outro número que demonstra o agravamento do COVID-19 é a taxa de ocupação dos leitos de UTI. “Durante a maior parte da semana epidemiológica analisada, o número de internações superou o número de 10 vagas disponíveis para COVID-19 no Hospital. Quando há essa sobrecarga, os pacientes são alocados para os leitos de UTI geral, que também possui a limitação de abrigar 10 pacientes. No período, a taxa média de avanço da doença ficou em 41,75, mostrando um crescimento dos casos nas últimas semanas. Entre as pessoas que tiveram COVID-19, 88,43% foram curados, 8,10% estavam em isolamento domiciliar, 0,11% precisaram ficar internados na UTI, 0,36% na enfermaria e 3% foram a óbito”, explicou o diretor.

Vinícius Franzoni apelou à população para que a cidade consiga conter o avanço da doença. “Todos sabemos as medidas que devemos adotar para evitar a propagação do Novo Coronavírus, mas o que a gente está vendo são pessoas negando a existência do vírus. A utilização de máscaras é imprescindível para combater a doença. Do caminho entre a Secretaria de Saúde até a Prefeitura, onde a live é gravada, eu vi muitas pessoas sem máscaras. Então, a gente precisa do apoio de todos para combater o vírus”, disse.

Ele também afirmou que tem ouvido reclamações da população sobre a falta de médicos nas unidades de saúde. “A Prefeitura tem feito tentativas para contratação, mas não aparecem profissionais para preencher as vagas. Já abrimos um processo seletivo e somente dois médicos se inscreveram e foram chamados, mas nós ainda temos defasagem”. avaliou.

DENGUE TAMBÉM É PREOCUPAÇÃO

Também durante a live, o educador em saúde, Élcio Amaral, alertou para o aumento dos casos das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti e Aedes albopictus. Conforme o último Boletim Epidemiológico do município foram 1198 casos de dengue notificados pela Secretaria de Saúde. Desses, 246 foram confirmados. Também foram notificados 28 casos de chicungunya e 11 de Zicavírus, ambos sem confirmação. Os dados apontam para uma ascendência dos casos de dengue em notificações e casos confirmados.

Ele pediu a colaboração de todos para evitar o avanço da dengue na cidade. “É importante o apoio da população para evitar a proliferação do mosquito e a transmissão das doenças a ele associadas. É preciso que, juntos, combatamos o mosquito com a vigilância no interior das residências e a eliminação dos focos de água parada. A recomendação é que, caso a pessoa esteja com os sintomas da doença, faça repouso e beba líquidos naturais, mantendo a hidratação constante”, disse.

Na manhã de ontem, o Bota Fora contra a Dengue passou pelos bairros Ibrahim, Cidade Nova e Avenida Manoel Inácio Peixoto, a Reta da Saudade. Somente neste ano, a ação esteve em 30 bairros, tendo sido recolhidos 45 caminhões de entulhos. Para frear os casos, são feitas campanhas de conscientização e a visita domiciliar com a equipe do Núcleo de Controle de Endemias. A Secretaria de Estado da Saúde, a pedido da Prefeitura, também está aplicando o fumacê em várias regiões da cidade desde o último dia 4. Entre os dias 5 e 16 de abril Cataguases vai receber a ação de Força-Tarefa do Governo de Minas Gerais, com 12 funcionários para ajudar no combate aos mosquitos.

Os locais por onde o fumacê vai passar são divulgados pelo Facebook da Prefeitura. A orientação é que os moradores das regiões onde será aplicado o inseticida mantenham as janelas das suas casas abertas, cubram gaiolas de pássaros, retirem os bebedouros de animais e cubram
os alimentos. A Prefeitura mantém o telefone 3422-3589 como canal de comunicação sobre a doença para receber denúncias e esclarecer as dúvidas dos cidadãos. O contato deve ser feito entre segunda e sexta-feira, de 7 às 17 horas.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!